Comprar Ingressos

TEATRO

ANDRÉ GUERREIRO: HÁ UMA FRESTA NA TUA IMAGEM

ANDRÉ GUERREI­RO: HÁ UMA FRESTA NA TUA IMAGEM

24, 25 e 26.11.17: sex 21h, sáb 20h, dom 19h

SOBRE O ESPETÁCULO:

um experimento

Em um tempo de abandono e perseguição, a arte escapa pelas frestas de um teatro vazio.

Com Helena Ignez, Djin Sganzerla, Michele Matalon, Samuel Kavalerski e Fernando Rocha.


SOBRE A CIA | Estudio Lusco-Fusco
www.luscofusco.art.br

O Estúdio Lusco-Fusco é uma companhia teatral fundada em 2007 por André Guerreiro Lopes e Djin Sganzerla. Em 2017 o grupo celebra os 10 anos de existência com o espetáculo TCHEKHOV É UM COGUMELO.


O núcleo de colaboradores explora a interseção de linguagens artísticas como o teatro, movimento, cinema e artes plásticas, para investigar temas ligados à contemporaneidade, dando forma a espetáculos de forte simbologia visual. Trazendo o ator e sua corporeidade para o centro da pesquisa, a companhia inclui em seu repertório os espetáculos TCHEKHOV É UM COGUMELO, 2017, Temporada Teatro Anchieta – SESC Consolação; A MELANCOLIA DE PANDORA, com direção de Steven Wasson (EUA) e André Guerreiro Lopes, com Bete Coelho, Djin Sganzerla, André Guerreiro e Ricardo Bittencourt no elenco, em um encontro entre as cias BR 116, Theatre de l’Ange Fou – EUA e Estúdio Lusco-Fusco, 2016. ILHADA EM MIM – SYLVIA PLATH, indicado ao Prêmio APCA 2014 de Melhor Direção; O LIVRO DA GRANDE DESORDEM E DA INFINITA COERÊNCIA, a partir das obras Inferno e Um Sonho de A. Strindberg (2013), eleito pelos críticos paulistas como o Segundo Melhor Espetáculo de 2013 em avaliação do Guia Cultural da Folha de São Paulo; O BELO INDIFERENTE de Jean Cocteau (2011); ESTRANHO FAMILIAR, a partir do conto O Espelho de Guimarães Rosa (2010); TRAGICOMÉDIA DE UM HOMEM MISÓGINO, de Evaldo Mocarzel (2009); UM SONHO, de A. Strindberg (2007) e o filme O VOO DE TULUGAQ (2010).