Comprar Ingressos

TEATRO

A Terra Prome­tida

21.06 a 02.08.03

O texto põe em cena a questão religiosa a partir do Livro do Êxodo, da Bíblia. A peça discute a saída dos judeus do Egito, rumo a Terra Prometida, já no período final dos 40 anos de peregrinação. Os personagens são Moisés e seu sobrinho Itamar, filho de Aarão, sumo sacerdote do povo de Israel. Aarão acaba de morrer, e Moisés espera que o sobrinho ocupe não só o lugar do pai como líder religioso, mas que também o substitua na condução do povo hebreu para a Terra Prometida por Jeová. Itamar, porém, já não acredita mais nem nesse sonho, nem no Deus que o teria gerado, e quer abandonar tudo para seguir um novo caminho.


A história é o embate de idéias entre Moisés, incubido por Deus de guiar o povo, e Itamar, que assume o papel de líder dos dissidentes. O primeiro representa os caminhos da fé, a vontade divina, e o outro a possibilidade de os homens viverem em paz com suas próprias regras e normas. É uma luta simbólica entre duas visões de mundo incongruentes.

A peça utiliza elementos da Bíblia para fazer uma analogia e discutir questões vigentes na geopolítica atual, como o radicalismo e o terrorismo, as guerras no Oriente Médio e a falta de fé no Ocidente. Moisés e Itamar representam o início dos desentendimentos entre os hebreus, que se dividem atualmente entre judeus e árabes. Israelenses e palestinos, que há muitos anos estão em guerra, eram povos irmãos, têm o mesmo sangue e raízes.


O subtítulo do espetáculo é Uma discussão sobre ética e fé no mundo contemporâneo. Moisés e Itamar são metades de uma mesma pessoa, e através dos diálogos, claros e bem articulados, a peça remete o espectador a uma reflexão profunda sobre seus conflitos internos, gerando não só uma tensão intelectual, mas uma percepção de si mesmo.


FICHA TÉCNICA

Samir Yazbek texto

Luiz Artur Nunes direção

Luís Damasceno e Marco Antonio Pamio elenco

Encena São Paulo produção